ATM | Associação de Investidores

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Error
  • Error loading feed data.

Associação de Investidores vai pedir impugnação da AG da EDP

E-mail Print PDF

A Associação de Investidores ATM vai pedir a impugnação em tribunal das decisões tomadas hoje na assembleia geral da EDP, afirmou ao Negócios o seu presidente, Octávio Viana.

“Vamos impugnar as decisões da AG em tribunal” afirmou Octávio Viana, presidente da Associação de Analistas Técnicos e Investidores do Mercado de Capitais – ATM.

A associação pediu no início da AG a inibição dos direitos de voto da Parpública, por considerar que existe um conflito de interesses, já que a gestora de participações do Estado é a vendedora da posição da China Three Gorges (CTG) e que a alteração dos estatutos votada hoje visa acomodar justamente a entrada da empresa chinesa no capital. A proposta visava também a CGD, dado que é detida pelo Estado.

“Para poder vender o Estado tinha de poder acomodar os interesses da CTG. As alterações aos estatutos são a favor dos interesses particulares de um accionista e contra o bem comum da sociedade”, justifica Octávio Viana. Quando isso acontece, existe um conflito de interesses, segundo o Código das Sociedades Comerciais, disse.A Parpública tem, até à conclusão da venda da posição à CTG, 19,53% dos direitos de voto. A Caixa Geral de Depósitos tem 0,47%.

Segundo Octávio Viana, o presidente da mesa da AG, Rui Pena, não acedeu ao pedido de inibição. Também rejeitou que a suspensão dos direitos de voto da Parpública fosse votada pela AG. Motivos que levam a associação a avançar para o pedido de impugnação em tribunal.

Rui Pena rejeitou também um pedido de inibição dos direitos de voto da Parpública formulado pela Iberdrola. O presidente da ATM diz que “não há concertação com a Iberdrola” e garante estar a defender o interesse do país. “Nós entendemos que é do interesse nacional criar um quadro jurídico e económico de confiança para que os investidores coloquem as poupanças em Portugal. E isso passa pelo cumprimento das regras do direito societário”.

in Negócios



Conteúdos relacionados:

Catroga: "Eu era um candidato natural para presidente" da EDP

Eduardo Catroga admite desconforto de alguns acionistas com entrada de chineses no conselho de supervisão da EDP

Presidente da Associação de Investidores diz que Three Gorges them "domínio efectivo" na EDP

Last Updated on Wednesday, 22 February 2012 19:49  

LOGIN DE SÓCIO

MERCADOS

DIFUSÃO DE INFORMAÇÃO


RSS
YouTube
Junte-se ao nosso grupo
Junte-se à nossa rede
Siga-nos
{alt}